quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Qual o verdadeiro valor de cada coisa?

Ontem estava navegando pela internet quando li a seguinte frase de Cecília Meireles:

"O vento é sempre o mesmo, mas sua resposta é diferente em cada folha. Somente a árvore seca fica imóvel entre borboletas e pássaros".

Em uma análise nada profunda, me veio logo ao pensamento que é impossível ficar imóvel diante de tanta beleza! Porém lembrei logo que, para alguns, borboletas não enchem os olhos, e nem são notadas, mesmo com toda a sua magia e o seu esplendor de cores.

Um chocolate pode fazer a alegria de muita gente, não é? Em uma TPM, por exemplo, muitas mulheres pagariam uma fortuna por uma barrinha. Já para mim, chocolate é a última coisa que quero encontrar quando procuro um doce.

O fato é que as coisas em si não têm um valor. Somos nós quem atribuímos valor a elas de acordo com o nosso olhar, com a nossa vivência, com o nosso estágio evolutivo. E temos que tomar muito cuidado com o que valorizamos para não sermos eternos insatisfeitos.

Um passo considerável para a felicidade é dar valor ao que temos, ao que já conquistamos, ao que nos foi dado sem que precisássemos sequer ‘gastar um desejo’ (como as borboletas e os pássaros)... Tenho pensado que o que realmente tem valor é o que faz bem para a nossa alma, o que nos dá paz de espírito, o que leva e o que traz alegria verdadeira, o que enche de amor nosso coração... Esses pertences carregamos conosco a qualquer hora, para qualquer lugar.

4 comentários:

Fernanda Valente disse...

Uma borboleta pode não ter valor para alguns, mas pra mim tem. rs. Amo borboletas. Quando eu era criança, não saia do jardim da minha avó, para ficar correndo atrás delas... algumas eu até pegava para ficar olhando, mas soltava. Nenhuma é igual.
Chocolate também faz falta pra mim. rs
Mas o verdadeiro valor pra mim está no ato de ter feito alguma coisa boa durante o dia. Valoriso a vida e as pessoas que me cercam, incluindo família e amigos. Isso pra mim é um valor inexplicável.

Deyse Joyce disse...

Adorei o texto!!!

Da uma olhanda no meu blog ficarei muito feliz se voce quiser segui-lo rsrs

http://deysejoyceblog.blogspot.com/

Bjins

Irene Moreira disse...

Estou aqui lendo seu texto e veja que acabei de ler um email da minha amiga Luma do "Cantinho Luma D"(tem gifs maravlhosas) e o Títuo era "Borboletas" e segue o texto que tem muito a acrescentar no que citas.
==============================
Borboletas são tão belas o que seria delas Se não pudessem voar?
O céu e as estrelas não poderiam vê-las passar
Lá fora eu vejo um mundo
E sinto lá no fundo
Que aqui não é o meu lugar
Eu sou pequenininha e fico aqui sozinha a sonhar
O meu coração me diz
Que um dia vou ser feliz
Voar para bem longe como eu sempre quis
Um dia eu tive a chance de ter ao meu alcance
O que fez transformar
Sonho em realidade, escuridão em brilho no olhar
Eu vi que na verdade
A dor um dia pode ter fim
Achei a liberdade, ela tava dentro de mim
O meu coração me diz
Agora eu já sou feliz
Voei para bem longe como eu sempre quis...
=================================

Beijos

Butterfly disse...

Parabéns pelo seu texto, vc foi muito feliz em dizer que as coisas que realmente tem valor são as que fazem bem para a nossa alma.